Imprimir Compartilhe









Comunicar Erro









 
 
 
ÁRVORE DO CONHECIMENTO Coco      Equipe editorial Ajuda

Saúvas

Autor(es): Joana Maria Santos Ferreira ; Paulo Manoel Pontes Lins ; José Inácio Lacerda de Moura ; Marco Antonio Barbosa Moreira ; Adenir Vieira Teodoro

As formigas cortadeiras são espécies consideradas polífagas, forrageando em numerosos grupos de plantas. Três espécies são citadas como daninhas ao coqueiro: Atta cephalotes; A. laevigata; e A. sexdens sexdens (Hymenoptera: Formicidae). Têm corpo avermelhado, com três pares de espinhos no dorso; cortam plantas e carregam folhas para o ninho para o cultivo do fungo que lhes serve de alimento; ninho com terra solta.

 

Sintomas e danos.

Os danos causados em coqueiros jovens são facilmente reconhecidos pelo tipo de corte em formato de meia lua ou arco, que fazem nos folíolos. Essa praga não tem predileção em consumir apenas folhas de coqueiro ou qualquer outra palmácea. No entanto, pode causar danos consideráveis quando em altas populações ou quando sua fonte natural de forrageamento é reduzida ou eliminada. As saúvas podem atacar as mudas de coqueiro no viveiro ou as plantas recém-transplantadas no campo; provocam desfolhamento parcial ou total das plantas jovens, ocasionando atraso no seu desenvolvimento.

 

Controle.

O método de controle mais utilizado pelos cocoicultores é o químico e, para tal, existem no mercado: líquidos termonebulizáveis como fenitrotiona e clorpirifós; iscas granuladas à base de sulfluramida e clorpirifós. O uso de iscas granuladas, principalmente na forma de porta-iscas e microporta-iscas, ainda é o método de controle mais eficiente, econômico e prático. É importante salientar que, embora eficientes no controle de formigas, que são pragas generalistas, os produtos acima descritos são registrados para o controle desses insetos em outras culturas, mas não para o coqueiro. No entanto, agricultores têm lançado mão desses produtos devido à ausência de formicidas registrados para a cultura do coqueiro. Após a eliminação dos sauveiros, deve-se manter a inspeção regular da área para combater as reinfestações.


Veja também
Tenha a Agência
EMBRAPA de Informação
Tecnológica no seu site!

Refine sua pesquisa usando a
BUSCA AVANÇADA.

  Hiperbólica
  Hipertexto
  Links

Pasta de documentos

Agência Embrapa de Informação Tecnológica
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA
Todos os direitos reservados, conforme Lei no. 9.610.
EMBRAPA - Parque Estação Biológica - PqEB s/n°    
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901 | SAC
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3347-1041