Imprimir Compartilhe









Comunicar Erro









 
 
 
ÁRVORE DO CONHECIMENTO Agricultura e Meio Ambiente      Equipe editorial Ajuda

Processos de gênese e evolução de voçorocas

Autor(es): René Boulet ; Marco Antonio Ferreira Gomes ; Heloisa Ferreira Filizola

Na grande maioria dos casos, nas áreas agrícolas, as voçorocas começam com a formação de sulcos que evoluem para ravinas na parte final das vertentes, devido a uma concentração de fluxos superficiais das águas de escoamento, geralmente provocada por desmatamento, trilhas de gado, construção de cercas, estradas ou caminhos mal posicionados ou de qualquer outra obra que interfira diretamente no regime hidrológico. Se o processo não for interrompido, a ravina aprofunda-se e progride longitudinalmente para montante.

Quando a ravina, aprofundando-se,  atinge o lençol freático torna-se voçoroca, seu aprofundamento diminui, pois o lençol torna-se seu nível de base. A dinâmica da erosão muda por causa da intervenção das exportações de matéria sólida pela saída do lençol na base das paredes da voçoroca (piping). Estas exportações desestabilizam as paredes que caem em grandes blocos provocados por escorregamentos rotacionais, favorecidos pelos altos gradientes hidráulicos nos taludes. A voçoroca alarga-se e seu recuo, por erosão remontante, progride até que seu novo ponto de equilíbrio seja encontrado.

O trabalho erosivo das águas superficiais persiste. Na borda das voçorocas, como das ravinas profundas, aparecem rachaduras paralelas a esta em conseqüência da descompressão do solo ligada à presença da parede (tension crack). A água de escoamento superficial, penetrando nestas rachaduras, provoca a queda dos blocos correspondentes.

Existem também voçorocas que se abrem de maneira abrupta por uma corrida de lama, como é o caso de duas voçorocas existentes próximas às nascentes do Rio Araguaia.

Deslizamentos nas paredes da voçoroca Granada

Foto: Heloisa Filizola 

 

 

Veja também
Tenha a Agência
EMBRAPA de Informação
Tecnológica no seu site!

Refine sua pesquisa usando a
BUSCA AVANÇADA.

Agência Embrapa de Informação Tecnológica
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA
Todos os direitos reservados, conforme Lei no. 9.610.
EMBRAPA - Parque Estação Biológica - PqEB s/n°    
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901 | SAC
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3347-1041