Imprimir Compartilhe









Comunicar Erro









 
 
 
ÁRVORE DO CONHECIMENTO Cana-de-Açucar      Equipe editorial Ajuda

Características

Autor(es): Fábio Ricardo Marin

O conhecimento das demandas agronômicas de uma cultura agrícola é imprescindível para o sucesso na atividade e fator essencial para a obtenção de rendimentos economicamente aceitáveis, com impacto ambiental mínimo. Neste contexto, deve-se cuidar para que a alocação de uma determinada espécie em uma região seja compatível com as características agroclimáticas adequadas ao desenvolvimento e produção da cultura. No caso da cana-de-açúcar as principais características agronômicas que regulam o desenvolvimento da cultura estão descritas abaixo:

Clima

A cultura da cana-de-açúcar se adapta muito bem às regiões de clima tropical, quente e úmido, cuja temperatura predominante seja entre 19 e 32º C e onde as chuvas sejam bem distribuídas, com precipitação acumulada acima de 1000 milímetros por ano.  A cultura conta com duas fases principais de desenvolvimento: 

  • crescimento vegetativo: fase em que a planta é favorecida pelo clima úmido e quente;
  • maturação: quando temperaturas mais amenas e a baixa disponibilidade de água favorecem o acúmulo de sacarose.

As condições climáticas predominantes no Estado de São Paulo são consideradas excelentes para a produção de cana-de-açúcar, permitindo o crescimento vigoroso da planta durante a primavera e o verão, e oferecendo condições adequadas para a maturação e a colheita, durante o outono e o inverno. No Centro-Oeste, apesar do clima apresentar certa semelhança, a deficiência hídrica durante o inverno é mais acentuada, exigindo, na maioria das regiões, uma pequena suplementação hídrica para viabilizar a rebrota das soqueiras e a manutenção dos níveis de produtividade.

Solo

Apesar de se desenvolver em solos de baixa fertilidade ou com condições físicas desfavoráveis, a cana-de-açúcar é uma cultura que responde aos solos férteis e fisicamente adequados, atingindo altas produtividades nestas condições. Os solos ideais para o desenvolvimento da cana são bem arejados e profundos, com boa retenção de umidade e alta fertilidade. O valor do pH em cloreto de cálcio deve ser de aproximadamente seis.

Cultivares

As pesquisas para desenvolvimento de novas cultivares de cana-de-açúcar geneticamente melhoradas são conduzidas por instituições públicas, universidades e empresas privadas,visando ao lançamento de variedades adaptadas às diferentes condições de clima e solo, bem como à produção de canas em áreas afetadas por pragas e doenças.

Dentre as instituições desenvolvedoras de cultivares do Brasil, destaca-se a Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroalcooleiro do Brasil (Ridesa), fundada em 1991, que responde por cultivares plantadas em mais de 50% da área total brasileira de cana-de-açúcar.

 

Relações da cana-de-açúcar com o ambiente

Impactos ambientais

Os impactos ambientais decorrentes da cana-de-açúcar têm sido objeto de discussão em diversos fóruns, com importantes avanços nos últimos dez anos. A despeito disso, observa-se que o debate, muitas vezes, tem extrapolado a esfera essencialmente ambiental e envolvido questões econômicas e sociais.

A colheita é a etapa mais sensível do processo produtivo da cana, em razão das queimadas. A vigilância da sociedade e dos governantes frente a esse tema repercute em medidas para promover uma relação menos impactante entre a agricultura e o meio ambiente. No Estado de São Paulo, as ações para limitação das queimadas vêm sendo implantadas há anos, e deverá ser completamente eliminada até o início da próxima década.

Certificação socioambiental

Os selos de garantia são concedidos pelas empresas certificadoras, em consonância com as práticas ambientais sustentáveis, permitindo aos produtores atingir mercados exigentes em relação à qualidade e à procedência dos produtos. Para o consumidor, o selo significa a garantia da aquisição de produtos saudáveis e ambientalmente corretos. Diante da obrigação de conciliar qualidade com pouco impacto ambiental, a certificação habilita as empresas brasileiras a participarem de mercados mais exigentes e a figurarem como importantes elementos na regulação da competitividade entre elas. 

Monitoramento ambiental

O diagnóstico agroambiental viabiliza o levantamento das principais características e condições ambientais da área observada. As informações são fundamentais para o proprietário rural que passa a planejar a conservação ou a recuperação do solo, conforme o caso, e avaliar as condições da terra após determinado período de plantio.

Veja também
Tenha a Agência
EMBRAPA de Informação
Tecnológica no seu site!

Refine sua pesquisa usando a
BUSCA AVANÇADA.

  Hiperbólica
  Hipertexto
  Links

Pasta de documentos

Agência Embrapa de Informação Tecnológica
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA
Todos os direitos reservados, conforme Lei no. 9.610.
Política de Privacidade. sac@embrapa.br - 2005-2011
EMBRAPA - Parque Estação Biológica - PqEB s/n??.
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3347-1041