Imprimir Compartilhe









Comunicar Erro









 
 
 
ÁRVORE DO CONHECIMENTO Caju      Equipe editorial Ajuda

Métodos de irrigação

Autor(es): Fábio Rodrigues de Miranda ; Vitor Hugo de Oliveira

Métodos de Irrigação

Na irrigação do cajueiro recomenda-se o uso da microirrigação (microaspersão ou gotejamento), que apresenta as seguintes vantagens sobre outros métodos de irrigação: redução da incidência de doenças foliares e plantas invasoras, economia de água devido à redução de perdas por evaporação e alta eficiência de irrigação, adaptação a diferentes tipos de solos e topografias, economia de mão de obra e aplicação eficiente de fertilizantes via água de irrigação (fertirrigação). O custo inicial de um sistema de microirrigação para o cajueiro varia de R$3.000,00 a R$4.500,00 (U$2000 a U$3000) por hectare.

Na microaspersão recomenda-se o uso de um emissor por planta, com vazão nominal de 30 a 70 L h-1 e diâmetro molhado de 3,5 a 5,0 m. No gotejamento devem ser utilizados na irrigação de plantas adultas um mínimo de quatro gotejadores por planta, no caso de solos argilosos, até oito gotejadores por planta para os solos arenosos.

Para escolher entre o sistema de irrigação por microaspersão ou o gotejamento deve-se considerar a disponibilidade hídrica (quantidade e qualidade) e o tipo de produto a ser explorado (castanha ou pedúnculo para mesa). No gotejamento há uma maior economia de água e energia, visto que as perdas de água por evaporação na superfície do solo são menores e o sistema opera com menor pressão de serviço. Por outro lado, o risco de entupimento de gotejadores é maior que o de microaspersores, exigindo uma melhor filtragem, principalmente quando a água utilizada for de superfície, com muita matéria orgânica. O gotejamento oferece, ainda, a vantagem de não molhar os frutos que caem ao solo, permitindo colheitas menos freqüentes caso o principal produto explorado seja a castanha.

 


 Figura 1. Planta jovem de cajueiro-anão precoce irrigada por microaspersão.
(Foto: Vitor Hugo de Oliveira)

 

 


Figura 2. Planta adulta de cajueiro-anão precoce irrigada por microaspersão.
(Foto: Vitor Hugo de Oliveira)


 


Figura 3. Cajueiro-anão precoce irrigado por gotejamento.
(Foto: Fábio Rodrigues de Miranda)

 

 

 

Veja também
Tenha a Agência
EMBRAPA de Informação
Tecnológica no seu site!

Refine sua pesquisa usando a
BUSCA AVANÇADA.

Agência Embrapa de Informação Tecnológica
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA
Todos os direitos reservados, conforme Lei no. 9.610.
EMBRAPA - Parque Estação Biológica - PqEB s/n°    
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901 | SAC
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3347-1041