Link para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Link para o Portal do Governo Brasileiro

 

Sistemas de Proteção

Autor(es):  Aloísio Torres de Campos

  Buscar  

 

   Busca Avançada

Diversas técnicas empregadas têm como objetivo facilitar o caminho do raio da melhor maneira possível. Com este objetivo, os sistemas de proteção são constituídos de três componentes básicos: captores de raio, que, por sua situação elevada, facilitam o recebimento das descargas atmosféricas; cabos de descida, que são condutores metálicos que estabelecem a ligação entre o captor e o aterramento; e o sistema de aterramento, que é composto pelo material que estabelece o contato elétrico entre a instalação do pára-raios e a terra e tem a finalidade de conduzir as correntes dos raios para o solo, sem provocar danos materiais ou pessoais. O bom funcionamento dos pára-raios e a adequada proteção contra a sobretensão estão associadas a um sistema de aterramento eficaz. O número de eletrodos de terra (hastes de aterramento) depende das características do solo. A resistência de aterramento da malha não deve ser superior a 10 W (ohms). Os sistemas de proteção podem evitar muitos acidentes com pessoas, perdas de animais e grandes prejuízos materiais ao meio urbano e rural.

  Hiperbólica
 

Pasta de documentos
Adicionar
Visualizar

  Informes
Embrapa Gado de Leite
Topo | Página Inicial | Voltar
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610.
Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°.
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3347-1041