Link para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Link para o Portal do Governo Brasileiro

 

Rinotraqueíte Infecciosa dos Bovinos (IBR)

Autor(es):  Ademir de Moraes Ferreira Wanderley Ferreira de Sá João Henrique Moreira Viana Luiz Sérgio Almeida Camargo

  Buscar  

 

   Busca Avançada

É uma doença transmissível que causa abortamento nas fêmeas bovinas, podendo ainda causar alterações respiratórias, conjuntivite, metrite e sintomas nervosos.

Fontes de Contaminação de IBR

·         Sêmen infectado, usado na inseminação artificial.

  • Vacas contaminadas.
  • Vacas que apresentam titulações positivas para a doença.

Sintomas Aparentes de IBR

·         Abortamento a partir do 5o mês de gestação.

·         Presença de pústulas na vulva (manchas avermelhadas) e vagina.

  • Inflamação no olho.
  • Corrimento vaginal.

Prejuízos causados pela IBR

·         Alongamento do intervalo de partos por menor número de nascimento de bezerros.

  • Queda na produção de leite.

Prevenção e Controle de IBR

·         A vacinação é recomendada somente em rebanhos nos quais se diagnosticou a doença. Essa vacina somente diminui os sintomas clínicos, não evitando nova infecção por amostra de campo.

·         Vacinação das fêmeas de seis a oito meses de idade, revaciná-las aos 18 meses ou antes da cobertura e revacinar anualmente.

Aquisição de animais em rebanhos livres da doença.

  Hiperbólica
 

Pasta de documentos
Adicionar
Visualizar

  Informes
Embrapa Gado de Leite
Topo | Página Inicial | Voltar
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610.
Política de Privacidade. sac@embrapa.br
2005-2007
Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°.
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3347-1041